Artigo: Análise Semanal – Animes da Temporada de Outono – #006

E olá pessoal, tudo bem com vocês? Estamos de volta com a nossa segunda análise semanal dos animes da temporada de outono. Não esqueçam que estaremos utilizando um sistema de notas, que serão medidas de forma pessoal por cada criador de conteúdo. Elas serão apresentadas da seguinte forma, ao lado das análises:

Não esqueçam de comentar e compartilhar com os seus amigos!
Equipe Dicas de Animes

No episódio 6, nomeado “Os Touros Negros” mostra um pouco mais sobre o esquadrão o qual Asta participa agora. Temos um desafio para o nosso protagonista neste episódio para ele conseguir de fato entrar na equipe. Este episódio é meio que um introdutório para os novos personagens que vamos ver mais daqui pra frente. O nível da animação permanece o mesmo e sem nada de excepcional.

No episódio 6, nomeado “Contanto que as outras mídias estejam indo bem”, Itsuki terá sua Novel adaptada para mangá, enquanto Haruto terá a sua adaptada para anime. Neste episódio podemos ver um pouco da possível frustração que um autor pode ter ao ver a sua obra não sendo adaptada corretamente. O que mais me cativou nesse episódio, digno de nota dez, foi a empatia que a Miyako passa a ter com o Haruto, demonstrando isso claramente. Estou impressionado com o quanto Imouto é bem mais sério do que imaginei.

No episódio 5 de Inuyashiki, nomeado “Yuko Shishigami”, vemos um pouco sobre o relacionamento que o Shishigami tem com a sua família, dando ênfase entre ele e a mãe dele. Por outro lado, temos o Andou(amigo do Shishigami) procurando mais sobre o Inuyashiki para que ele pare o amigo que está descontrolado. O CGI ainda continua me incomodando, junto com a falta de fluidez em alguns trechos, mas a história está compensando.

No episódio 6, chamado “Revolta”, Nobuaki chega cada vez mais perto do provável Rei, percebendo que os jogos tem alguns traços semelhantes e algumas pistas iguais. Mas a matança continua e seus amigos continuam morrendo aos poucos. Outro flashback mostra o quão cruel era o jogo. Esse episódio teve fatos realmente relevantes pra prosseguir com a trama e eu achei um pouco menos grotescas as cenas de gore.

No episódio 06 desta semana, todos os membros do Café Stile foram para um rio. Claro, isso foi decidido no modo “pedra, papel e tesoura”, e parece que alguns personagens não são muito fãs de atividades externas. Tivemos: churrasco, uma personagem com um prazo de entrega bem apertado e um gerente bem animado em ajudar a Maika a escolher a roupa de banho para irem a praia (sim, eles decidiram ir a praia depois dela ter dito que eles  não conseguiram nadar no rio).

Apesar do fã service, este episódio foi bem divertido, motivo pelo qual darei nota 08 para ele esta semana.

Tivemos algumas reviravoltas no episódio passado, e que já no começo do episódio seis voltaram a surgir: será que Haruto e a Morikawa vão ficar juntos? Eu realmente torço bastante para que o relacionamento dos dois dê certo. Quanto a Eita, será que ele realmente vai levar a sério o fato de ir para a mesma Universidade que a Mio deseja no ano que vem?
O final foi bem interessante. Me arrancou alguns sorrisos e alguns sustos. Valeu super a pena vê-lo.

 

O número de alunas matriculadas na escola continua sendo um desafio para as garotas. Até então, nada tem dado certo com relação a isso. Elas esperam que através da apresentação, isso fará com que o número de alunas matriculadas aumente, e que a escola não venha a fechar.

A votação para as garotas se classificarem dependerá do número de inscrições da escola, uma vez que os votos serão feitos por cada instituição.

Sem sombra de dúvidas, o episódio 06 foi um dos meus favoritos. A trilha sonora foi muito bem utilizada, desde as cenas iniciais do anime e até o aparecimento da Rainha das Fadas, Titania. Esta cena no mangá foi simplesmente sensacional, e, no anime, foi ainda além das minhas expectativas. De fato, o Wit Studio vem trabalhando muito bem em Mahoutsukai no Yome, que a cada episódio fica ainda melhor. A nota desta semana continuará sendo 10, uma vez que o anime vem preservando a sua qualidade tanto no enredo como na animação e trilha sonora.

Esse foi episódio que teve como foco a vida de uma escrava em um acampamento no alto de uma montanha. Esse episódio é até bem pesadinho já que demonstra os maus tratos e a maldade que o ser humano pode fazer com outro. Depois de um incidente que acontece nesse episódio vemos a escrava, que até o momento não tinha nome, ressurgir e conseguir ver a vida com novos olhos, graças a ajuda de uma motorrad que estava no acampamento.

Nesse episódio temos uma incrível reviravolta na história do anime, Naraki Azami, assume como o novo diretor da Academia Tōtsuki , através de um golpe junto com mais da metade das cadeiras da elite dos 10. Nesse epiódio começamos a entender um pouco mais sobre o Passado da Erina. Nesse episódio também temos um encontro bem interessante entre o ex-diretor da academia e o Souma. A história está evoluindo muito bem, vale a pena dar uma conferida nesse episódio.

Nesse episódio focamos mais em como o Rei tenta resolver o problema da que foi encontrado pela hina que está sofrendo Bullying na escola. Ele se encontra com um de seus amigos que é professor e é mostrado de maneira muito clara como funciona o ciclo do Bullying dentro das escolas e as reações da famílias da vitima e agressor.  Também foi muito importante para o aprofundamento entre a Relação do Rei com a Akari, a irmã mais velha da Hina, que se tornou muito mais forte por conta da situação vivida por eles.

 

O episódio de numero 6 de Kujira no kora, mostrou, mais uma vez um excelente anime que está sendo pouco divulgado nas mídias sociais. Finalmente começa a chegar o tempo da segunda invasão dos homens do continente. Descobrimos que a Irmã da Lykos é o líder dos responsáveis pelo primeiro massacre. Ao decorrer desse episódio temos, a criação de estrategias de defesa e para contra-atacar os invasores. Uma cena bem forte, principalmente em tempos atuais, foi o treinamento dado para as crianças conseguirem matar os invasores, o que choca o espectador, já que elas demonstram uma inocência e ate comemoram várias vezes por acertar o alvo. Sim, eles estão em situação de guerra, mas ainda sim é uma cena que me fez refletir.