Review: Bakuman (Live-action)

Como muitos sabem, a obra Bakuman ganhou uma adaptação para live-action, produzido no ano de 2015, e hoje eu vou falar um pouco sobre a minha opinião do filme.

Para quem não conhece a história, Bakuman conta a história de dois estudantes do ensino médio, Mashiro e Takagi, que querem se tornar mangakás publicados na maior revista do gênero no Japão: a Shonen Jump. O filme acompanha a jornada da dupla em busca do topo de popularidade e sua batalha contra o rival Eiji Nizuma. Baseada no mangá original, por Tsugumi Ohba e Takeshi Obata, a história foi fortemente inspirada pelas próprias experiências dos autores na indústria.

Em meio a uma série de más adaptações de mangás/animes, começamos a ver uma luz no fim do túnel com adaptações live-action recentes, como Rurouni Kenshin, Ano Hana e Shigatsu. Esses filmes mostram um pouco da capacidade dos japoneses quando eles querem realmente fazer adaptações bem feitas.

Bakuman, em geral, foi uma obra que demonstrou muito bem isso. Apesar das duas horas de filme ser pouco para adaptar uma obra de 176 capítulos, ele cumpre muito bem o papel de mostrar um pouco da história em geral. A trilha sonora e os atores selecionados para cada papel caíram como uma luva para essa adaptação. O personagem que faz o Mashiro também fez o Kenshin em Rurouni Kenshin.

Mas ainda sim teve algumas coisas que me incomodaram bastante. O fato de “bagunçarem” a ordem das obras que foram publicadas e até mesmo reformularem qual obra foi serializada por eles me deixou um pouco triste e sem entender o porque disto.

Também temos a questão que, para mim, foi a maior gafe do filme: não temos a cena que foi o ápice do relacionamento e do quanto valia a promessa da Miho e do Mashiro, que é a cena do hospital, onde a Miho ajuda o Mashiro a continuar desenhando.

Bom, no geral, eu achei o filme uma boa adaptação e me diverti muito vendo ele. Eu recomendo que assistam e que sempre deem uma chance para live-actions de animes, apesar de muitas vezes ficarmos desapontados com a obra final.

Espero que tenham gostado desta review. Até a próxima!