Artigo: Análise Semanal – Animes da Temporada de Outono – #001

E olá pessoal, tudo bem com vocês? Os membros da equipe selecionaram quatro apostas para os animes que consideramos de maior destaque nesta temporada de acordo com a nossa opinião. Estaremos fazendo análises semanais de cada um deles. Estaremos utilizando também um sistema de notas, que serão medidas de forma pessoal por cada criador de conteúdo. Elas serão apresentadas da seguinte forma, ao lado das análises:

 

Não esqueçam de comentar e compartilhar com os seus amigos!
Equipe Dicas de Animes

Black Clover foi um anime genérico, com personagens genéricos e a voz do Asta é muito irritante. A animação e a trilha sonora está muito bem feita em certos aspectos, e achei certas cenas muito legais e engraçadas por causa da animação do dublador do nosso protagonista. A cena das correntes teve a animação meio estranha, mas se tratando da Pierrot, isso não é novidade. Estou muito interessado no desenvolver do nosso herói e a dualidade entre ele e o seu rival. O enredo não é nada de tãaaao novo assim, mas eu irei dar uma chance para esse anime.

 

 

O primeiro episódio de Imouto gerou uma dualidade em mim. Senti um pouco de aversão com certas cenas do anime, mas outras cenas foram engraçadas e eu ri bastante. O protagonista é muito pervertido e talvez isso me incomode nos próximos episódios.
Vamos ver o que acontece nos próximos capítulos.

 

Não teremos review de Inuyashiki essa semana, já que o primeiro episódio sai no dia 13 de outubro.

Ousama game e o seu primeiro episódio que me surpreendeu bastante. Quando falaram que ia sair esse anime, achei que seria uma adaptação direta do mangá. Fiquei surpreso que eles fizeram uma história baseada na novel, que é meio que um bad ending do mangá.
Em quesito animação e trilha sonora, esse primeiro episódio não foi nada demais. O desenrolar da trama já no primeiro episódio me instigou um pouco. Irei continuar a assistí-lo, com certeza.

 

Blend S me agradou logo de início. Vemos Maika – a nossa protagonista – em busca de um emprego. Contudo, as coisas não dão muito certo para ela em entrevistas, já que ela tem um olhar um tanto assustador (só se for de fofura, mas, tudo bem, nós acreditamos). Entretanto, a mesma acaba conseguindo um emprego de meio período no Cafe Stile! No primeiro episódio, já dá pra perceber que cada personagem tem personalidades ilarias, e que arrancam da gente boas risadas.

 

O anime possuí abertura e encerramento, e os dois são maravilhosos. Não vejo a hora de ver o próximo episódio!

Então pessoal, eu tenho várias considerações para fazer com relação ao primeiro episódio de Just Because. Para os animados em assistir aberturas e encerramentos, nós não tivemos a presença deles neste primeiro momento.
A trilha sonora está incrível e a arte do cenário não deixou a desejar. Contudo, a animação dos personagens oscilou e muito durante o primeiro episódio, o que me deixou bastante incomodada. Vou deixar vocês com algumas imagens para que possam tirar as suas próprias conclusões, mas, é claro, sem nenhum spoiler.

Quanto aos personagens, cada um já de cara demonstrou ter uma personalidade única. Contudo, vejo traços semelhantes ao anime Tsuki ga Kirei, e estarei apontando alguns logo abaixo (cuidado para não tomar spoilers!)

1. Vemos um protagonista que tem que se acostumar com as mudanças constantes de seu pai (semelhança) e que acaba voltando para uma de suas escolas anteriores (diferença)
2. Os protagonistas utilizam e muito a comunicação via mensagens. Em Tsuki ga Kirei eles utilizaram muito o LINE, já em Just Because não temos uma empresa específica para envio.

Vamos ver o que o segundo episódio vai nos reservar!

Fiquei super feliz com a volta de Love Live! Sunshine! A animação desta segunda temporada esta simplesmente muito bonita. As nossas meninas agora  vão ter que enfrentar um outro grande problema que surge logo no primeiro episódio, mas eu tenho certeza que vai dar tudo certo. As abertura e o encerramento estão bem bonitas também.

 

Recomendo muito que vejam o primeiro episódio. E, caso você ainda não viu a primeira temporada, peço para que deem uma chance para este anime musical fantástico.

Como já li o mangá e vi os OVA’s tive uma enorme expectativa e, afirmo para vocês, que não me decepcionei. Confesso que foi difícil voltar a ver a Chise de correntes. A animação foi bem além das minhas expectativas e, logo nesse primeiro episódio, parecia que eu estava vendo um filme curtinho, tendo em vista a qualidade da animação. Quanto a abertura e encerramentos, elas estão fantásticas e valem super a pena de serem vistas (não pulem! rs)

Para quem tem a curiosidade de saber como será o próximo episódio, uma preview aparece logo após o encerramento.

Kino no Tabi, é um dos animes que estava mais esperando nessa temporada, já que a novel é escrita pelo excelente autor Sigsawa, Keiichi, que produziu uma obra que gosto muito chamada Allison to Lilila. As primeiras impressões que esse anime me passou foram extremamente positivas, a animação está muito boa, mesmo que na minha opinião o 3D ficou bem aparente em determinadas cenas. O anime pelo visto vai funcionar com episódios independentes uns dos outros, o qual cada episódio é uma das histórias das viagens de Kino e seu parceiro Hermes. A trilha sonora é outro fator que me chamou a atenção, já que ela é bem muito bem trabalhada e usada na obra.
Kino no tabi teve um ritmo bem lento boa parte desse primeiro episódio. Mas não se engane, ele é um anime que reserva muitas surpresas para nós. 

O primeiro epiódio de Kujira no Kora wa Sajou ni Utau é orgasmo visual para o espectador, além de aparentar ser uma excelente história de aventura. Esse é um anime que eu estava na expectativa desde que lançou o trailer do anime, e esse é uma das minhas apostas para essa temporada de outono 2017. Como disse no inicio a arte é um ponto muito chamativo nesse anime, isso é resultado do excelente trabalho da J.C.Staff (Nagi no Asakura, Shokugeki no Souma e Sakurasou no Pet na Kanojo). O estilo de arte utilizado para os backgrounds desse anime, me fez lembra muito o estilo de  Hai to Gensou no Grimgar, uma excelente obra do gênero romance e drama, que usava essa técnica de fundo. A história parece se passar em um mundo pós apocaliptístico, onde as grandes sociedades e continentes entraram em colapso, supostamente, obrigando os seres humanos irem para os mares de areia nas chamadas “baleias”. O primeiro episódio deixou de cara várias perguntas como: O que gerou essa migração, a origem dos marcados e o mistério que envolvem o continente e os anciões.  Estou esperando muito desse anime e vamos ver como ele se desenvolve.

 

Finalmente saiu o primeiro episódio da 3ª temporada de Shokugeki no Souma, e fico feliz em dizer que as minhas  primeiras impressões foram muito positivas. Logo de cara tenho que elogiar, e muito, o trabalho artístico que a J.C Staff está fazendo com esse anime, sério a arte de Shokugeki no Souma está muito bem feita. Eu não leio o mangá de Shokugeki no Souma, ainda, mas tudo indica que neste novo arco vamos ver  uma evolução mais sérja do Souma e o início do arco da elite dos 10.
A opening do anime, que ficou excelente por sinal, deixou algumas dicas do que pode acontecer nessa nova temporada, como por exemplo uma aproximação do Souma com a Erina e a explicação de como ela conheceu o Pai do Souma.
Outro ponto chave desse episódio, foi a  apresentação dos nomes e dos rostos dos oito integrantes da elite dos dez que faltavam, e isso abre a possibilidade de finalmente os confrontos começarem.
Em síntese, o primeiro episódio ficou muito bom, e começa a mostrar os ares da da nova temporada.Todavia, esse foi um episódio bem parado o que é normal para um episódio de início de um novo arco.

Não teremos review da segunda temporada de Sangatsu no Lion, já que o primeiro episódio sai no dia 14 de outubro.


E aqui finalizamos a nossa primeira analise dos animes da temporada! Sentiu falta de algum outro título importante? Concorda com a nossa avaliação ou pensa diferente? Deixe sua opinião nos comentários.