Review: Death Note(Netflix)

Obras que são baseadas de outras mídias também podem ser ruins, ainda mais se forem americanizadas. Hoje eu vou dar as minhas impressões sobre a obra baseada em Death Note da Netflix(Sem spoilers).

Para quem nunca viu a obra original, Death Note conta a história de um estudante muito bem sucedido e bom em tudo que fazia, Light Yagami. Um dia ele encontra um caderno o qual possibilitava de matar qualquer nome que era escrito nele, o Death Note. Light então decide usar os poderes do Death Note para se tornar um justiceiro.

Quando saíram os primeiros teasers da adaptação, eu fiquei meio receoso de assistir, por se tratar de uma adaptação “americanizada” de uma obra de suspense. Apesar de tudo ainda assim assisti até o último momento para poder opinar com mais argumentos.

Falando um pouco sobre o desenvolver da trama, a adaptação pecou muito por deixar alguns furos no mesmo.

O desenvolver dos personagens principais da trama foi interessante, digamos assim. O personagem do Light Turner, “equivalente” ao Light Yagami na obra original, não foi bem trabalhado no quesito de personalidade. Teve cenas em que dá pra ficar bastante confuso com relação as atitudes dele, que são muito contraditórias. O personagem do L foi um personagem que eu gostei, apesar da personalidade dele também confundir às vezes, não condizendo com o personagem. A Mia já foi um personagem que eu gostei de ver o crescimento dela no filme, porque a personalidade dela difere e muito da “equivalente” na obra original.

Sobre o clímax do filme, achei bem desnecessário aquela cena final. Foi algo muito clichê. Uma cena super exagerada para algo que não condizia. O pior de tudo foi a música encaixada na cena final do parque de diversões.

Em geral, o filme é okay, porém achei meio confuso por parte da Netflix colocar o nome do filme “baseado” em Death Note de Death Note, de fato. Não recomendo que assistam, porque até como um filme solto, ele deixa muito a desejar.

Espero que tenham gostado desta review rápida e sem spoilers de Death Note, da Netflix.