Anime: Air gear

Diretor: Hajime Kamegaki

Estúdio: Toei Animation

Número de Episódios: 25

Data: 4 de Abril de 2006 –

27 de setembro de 2006

 

Informações ODA’S

Título: Air gear: Break on the sky

Número de Episódios: 3
Estúdio:Toei Animation

Data: 17 de novembro de 2010-

17 de junho de 2011,

ODA = Original DVD animation ( Episódios exclusivos do DVD)

 

Sinopse: Minami “Ikki” Itsuki, é um jovem de 13 anos, estudante e delinquente juvenil. Também conhecido como o “imbatível baby Face”, Ikki é o líder de uma gangue juvenil chamada de “Gunz” do Lado Leste”. Após ser humilhado por uma gangue de Storm Riders chamada de Skull Saders, tanto seu orgulho quanto sua reputação na escola é manchada. Ao retornar para casa, ele descobre um segredo envolvendo suas benfeitoras, as irmãs Noyamano. As irmãs pertencem a um grupo notório de Storm Riders chamado Sleeping Forest. Determinadas a ajudar Ikki a recuperar sua confiança, elas lhe entregam um par de Air Tracks (AT). Eventualmente Ikki resolve as diferenças com os Skull Saders, mas ao mesmo tempo ele recebe mais que a simples sensação de revanche. Determinado a experimentar a sensação única de “voar”, ele aos poucos vai penetrando cada vez mais no intricado e perigoso submundo dos Storm Riders. Aos poucos, as ações de Ikki atraem o interesse de outros Storm Riders, entre eles, Simca, o “pássaro migratório”, que acredita poder guiar nosso herói ao trono de “Sky King” (Rei dos Céus), a mais alta classificação entre os Storm Riders. Nos seus progressos, Ikki acaba formandos com seus companheiros o seu próprio time (a sua própria equipa), o Kogarasumaru.

Air gear é uma obra que com toda certeza merece uma remasterização, já que é um dos clássicos do seu gênero. Baseado de um mangá, já finalizado, o anime foi lançado em Abril de 2006, e possui 25 episódios, 3 ODA’S* e foi adaptado pelo estúdio Toei Animation. O anime tem uma excelente história, entretanto deixo avisado que se você não gosta de ecchi você vai se incomodar um pouco com o anime em algumas cenas. Porém, eu mesmo não sendo fã do gênero, realmente gostei muito da adaptação. A obra conta com uma vasta gama de personagens, e isso é um fato muito legal, já que  eles fazem muita diferença na história, deixando a obra rica de personalidades e histórias de fundo. O Mangaká , Oh! Great, foi bem criativo e criou um esporte para sua obra, que utiliza patins modificados para batalhas de “gangues” e isso foi muito legal de se ver (Você com certeza vai querer um par de Air Trecks depois do anime ). Recomendo, que depois de assistirem o anime, que passem para o mangá, que é bem mais completo e termina a história dele.